quarta-feira, 30 de novembro de 2011

SEGREDO DE MULHER

ALMA FEMININA
BOCA VERMELHA
TRAÇOS DE BATOM
NA TAÇA DE CRISTAL
ANDA INSATISFEITA
NA DOSE,
NA ESCOLHA,
NO QUERER
SE DER PARA ENDIREITAR...
SE NÃO, AMA A OUTRA
AQUELA QUE ENCONTROU
NA CONTRA MÃO
QUE A SUSTEVE
NA QUEDA AO CHÃO
COMEÇOU ALI
UM  DUETO  IGUAL
UMA BOCA DOCE
COMO   A SUA,
PERNAS LISAS E MACIAS
PERFUME SUAVE
PALAVRAS SUSSURRADAS
DELÍRIO EM CAMAS
AS ESCONDIDAS
EM TARDES ROUBADAS
SEGREDOS DE MULHER
NINGUÉM PRECISA SABER
É SÓ ENTRE ELAS DUAS
O QUE É  PRECISO VIVER
SENTEM O CHEIRO BOM DO MEL
QUE DESLIZA EM SUA LÍNGUA
E SUA BOCA FAMINTA
DE SUGAR O AMOR
LÁBIOS MOLHADOS
DEDOS NERVOSOS E ÚMIDOS
QUE  DELEITA SUA ALMA  
SOBRE A  OUTRA.
DESCANSAM SERENAS
DE   TANTO PRAZER
NÃO QUER ESQUECER
NÃO QUER PARAR
QUEREM   SE DAR  
EM DELICIAS  DE DESEJOS
EM OUTRAS TARDES
QUE VIER, E  VIRÁ
POR AMOR E PRAZER.
Razanil Shamir


terça-feira, 29 de novembro de 2011

É O QUE ME BASTA


ESTÁ TUDO TÃO ESTACIONADO
NADA ACONTECE POR AQUI
OH, HORROR!
CANSEI DE SER TUDO EM VÃO
ESTOU CANSADA DESSE NÃO
TEU OBJETIVO  SUPERLATIVO
QUE PRECISA SER MUITO BOM
PARA MIM É MAIS EMBAIXO
NA TUA CAMA EU SÓ RELAXO
E DEIXO DE LADO O CORAÇÃO
QUEM ME DERA UMA EMOÇÃO
ROLAR  NO TEU CHÃO AS GARGALHADAS
CANTAR NO CHUVEIRO A NOSSA CANÇÃO
DEPOIS SAIR  DE  MANSINHO
DEIXANDO  UM RECADINHO
NO  ESPELHO EMBAÇADO
COM BATOM VERMELHO ESCRITO
 “ COMO FOI BOM CORAÇÃO”
Razanil Shamir
291111


terça-feira, 22 de novembro de 2011

ATA-ME

 TUDO POR UMA LIBERDADE, UM INSTANTE QUE SE TEM NAS MÃOS
O TEU PERDÃO, TEU OLHAR FUGIDIO QUE EU TE PEDI...
POR QUE PERDI?
NÃO SEI MAIS AONDE IR PARA ME RECUPERAR DA DOR MORDIDA DESTA SOLIDÃO.
SAUDADE DE QUEM AMA E DE QUEM NÃO AMA.
SEI DE COISAS DO NOSSO CAMINHO QUE FICOU COMIGO.
SAIR POR AI A BUSCA DE LIBERDADE
E ME PERDI.
QUERO ENCONTRAR TEU ROSTO QUERIDO
E TROCAR ESTE AFLITO MOMENTO PERDIDO
QUE NO ANSEIO DE LIBERDADE ESCOLHI, QUANDO TE DESPEDI
QUE LOUCURA EU FIZ.
EU TE PERDI
NÃO CONSEGUI MAIS NADA ADIANTE.
NO VAZIO DE TUA AUSÊNCIA, MINHA SAUDADE
ESSA FALSA LIBERDADE
ATA-ME COM A TUA PRESENÇA
QUERO DE VOLTA
MINHA DOCE PRISÃO.
Razanil Shamir
21/11/11

terça-feira, 15 de novembro de 2011

SE VOCE QUER VEM


EU QUERO UM RAIO DE SOL
UM BEIJO ESTALADO
UM ABRAÇO APERTADO
E UM OLHAR ILUMINADO

EU QUERO NO MEU DIA
ROSAS E MARGARIDAS
ENFEITANDO MEU LUGAR
E O CAMINHO QUE EU PASSAR

QUERO UMA TRILHA SONORA
UM TEMA E UMA HISTORIA
UM PERFUME EVOCATIVO
QUE DENUNCIA MEU CHEGAR


QUERO CERTEZAS
QUERO DUVIDAS
CONSERTOS E ACERTOS
PARA TER O QUE CONTAR

VEM COMIGO NESSE DIA
COM TUDO QUE NOS DESAFIA
E SEM PROSA OU APOLOGIA
DEIXAR A VIDA NOS LEVAR
Razanil Shamir
260611

MAIS VALE O REFLEXO DE UM OLHO DE SOL NUMA PEQUENINA GOTA DE ÁGUA FRESCA, DO QUE MUITOS DIAMANTES E UMA ALMA SECA.
Razanil Samir.

O GOSTO E A COR DO OUTONO.


TRADUZIR EM POESIAS OS MOMENTOS DE OUTONO, FALAR DE VOCÊ.
QUERO CONTAR DE TARDES MORNAS QUE NO OUTONO REVIGORA MEU PRAZER.
ANDO POR AI A ME PERDER, PARA ENCONTRAR VOCÊ,
E SABER QUE  O TEMPO NOS ENVOLVE COM A PAZ DE MOMENTOS OUTONAIS,  MEUS PREDILETOS NOS DIAS ATUAIS.
SERÁ POR QUE JÁ ESTOU MADURA, COMO UMA FRUTA  QUE SE COLHE  NO PÉ,  PARA VOCÊ?
FALAR  DE COISAS QUE EU INVENTEI PARA TE SURPREENDER, MESMO DEPOIS DE TANTOS DIAS, ANOS, QUE ESTAMOS ASSIM... EU E VOCÊ.
POR ESTAS ESTRADAS ENSOLARADAS, PELE E ALMA BRONZEADA DE TANTOS VERÕES, QUE O NOSSO BEM QUERER,  FEZ ACONTECER.
HOJE, DE MÃOS DADAS,  TRILHANDO EM PAZ A NOSSA ESTRADA, ME SINTO AGRACIADA.
CANTANDO NOSSO TEMA (* Demorei muito pra te encontrar, agora quero só você...)  EM TEU ABRAÇO, NO COMPASSO SERENO OU AGITADO DE  NOSSO AMOR TÃO AMADO,
EM  TARDES DE OUTONO, PRESENTE E PASSADO, EU E VOCÊ.
(Razanil Shamir)
160909

* Só Você - autor, Vinicius Cantuária

O GATO E SEU SONO


UM GATO SEMPRE PRESENTE,
QUE POR PERTO SEMPRE ESTÁ.
MIA DENGOSAMENTE
E ME OLHA A INDAGAR.
TEM DISFARCE E  FAZ  ARTE.
PULO FIRME SEM VACILAR.
QUANDO CONSEGUE O QUE ESPREITA,
SAI DE MANSINHO,
MIANDO BAIXINHO.
PROCURA UM CANTINHO,
ENROSCA O RABINHO,
LAMBE OS PELINHOS
E FECHA OS OLHINHOS.
COM UM BOCEJAR,
DORME FELIZ
A RONRONAR.
Razanil Shamir

O ENCONTRO


QUANDO TE ENCONTREI SENHOR,
EU ANDAVA POR AÍ, DESATENTA
COMO UMA FILHA DE TEU AMOR,
SEM  ME DAR CONTA,
DA FORÇA DESSE SENTIMENTO.
PISAVA TEU CHÃO E
NÃO FAZIA IDEIA DE NADA.
ERA FELIZ, MAS NÃO ALEGRE,
ERA  RADIOSA MAS NÃO ILUMINADA,
DESEJADA  MAS TÃO DESAMADA.
A PRINCIPIO  TIVE  MEDO.
DISSERAM-ME QUE  TEU AMOR SE APOSSA
DA NOSSA LIBERDADE E ESCOLHA.
QUE ÉS  UM DEUS QUE NOS VIGIA,
PARA   PUNIR E  CASTIGAR,
FUGI ASSUSTADA.
MAS TU NÃO DESISTIU DE MIM
E DOCEMENTE PELO  NOME
ME CHAMOU 
DE UM AMOR  HUMILDE  ME FALOU.
CONTOU-ME DA  SOLIDÃO E DO VAZIO
QUE NO CORAÇÃO HUMANO ENCONTROU.
COM  TEMPO FUI  PERCEBENDO TUA MANSIDÃO,
O SEGREDO DE TEU AMOR  ERA  SUBLIMAÇÃO.
NA ALEGRIA  ABUNDANTE DA TUA  VIDA,
APRENDI A RIR  DO TEU SENSO DE HUMOR.
DESCOBRI-ME SERENA E CONFIANTE,
MINHA VIDA CONTIGO  SE TRANSFORMOU.
EM UM  LUGAR  AMENO  E DE LOUVOR.
E NO PODER DE TEU AMOR JESUS,
NO TEU TABERNACULO  VIVO ,
QUE É O TEU NOME  DIVINO
GANHEI MINHAS ASAS
E UMA HISTÓRIA DE VIDA RENOVADA
Razanil Shamir

O DECRETO DA CULPA


NA LONGA NOITE ESCURA NOITE
A DOR VIRÁ.
SERÁ PARA TI A ÚNICA COMPANHIA.
NÃO HAVERÁ ALI A LUZ,
NÃO EXISTIRÁ ALI A ESPERANÇA.
NÃO  EXISTIRÁ MAIS   O DIA SEGUINTE,
DEITARÁS SOBRE  A TUA CULPA,
SOBRE O PESO  DE TEU  ERRO
DE TUA INFÂMIA. 
A TUA VOZ NÃO TERÁ ECO,
O TEU CHORO NÃO CONVENCERÁ.
E NÃO ENCONTRARÁS MAIS O AMIGO.
AS RUAS DE AGORA EM TUA VIDA,
ESTÃO FECHADAS E  VAZIAS.
TEU CRIME NÃO TEM PERDÃO,
PERDESTES A  LIBERDADE
E SOB O PESO DE TUA CONSCIÊNCIA
TUA ALMA JAZ  AGORA
NO LIMBO NEGRO E FRIO 
DO REMORSO TARDIO.
A ÚNICA CERTEZA QUE TE RESTOU.
Razanil Shamir


O ANJO DO BANJO

UM ANJO PASSOU POR AQUI
EXALANDO CHEIRO DE JASMIM
TOCANDO SEU BANJO FELIZ,
SORRIA E CANTAVA PARA MIM.
UMA CANÇÃO DE ESPERANÇA
FALAVA DE UM SOL DE BONANÇA
DE LUZ CRISTALINA E DE AMOR,
ENCHEU A MINHA VIDA DE PAZ.
PARTIU TOCANDO SEU BANJO
MINHA ALMA ENCANTADA FICOU,
COM A LEMBRANÇA PERENE
DO  ANJO FELIZ TROVADOR .
Razanil Shamir

DIAS CHUVOSOS

MANHÃS FRIAS, NUBLADAS.
EM MIM QUASE NADA
FICOU DO VERÃO.
NEM SOL NEM CALOR
DAS TARDES QUENTES NADA RESTOU.
UMA CANÇÃO  NOSTÁLGICA
NO INVERNO TOCA
TEIMOSAMENTE EM MINHA CABEÇA,
REPETINDO
SEM CONCLUSÃO
RECADOS TRISTES
DE  DIAS FRIO,
SEM PERSPECTIVAS,
SEM PERFUME,
SEM FRESCOR,
SEM NOTÍCIAS
SEM LEMBRANÇAS
E CELEBRAÇÕES.
CADÊ A PRIMAVERA?
QUANDO CHEGARÁ
PARA DAR UMA TRÉGUA
NAS CONSEQUÊNCIAS DESSES DIAS:
TARDE FRIA
CÉU FECHADO,
PAREDES ÚMIDAS
CHÃO MOLHADO
DIA TRISTE 

SEM SALVAÇÃO.
Razanil Shamir
270511

MULHER DE FIBRA

 
MULHER É A QUE NÃO SENTE CULPA,
E NÃO SE CONDENA.
NÃO TEM CLIMATÉRIO MAS TEMPERATURA AMENA.
É UM CAMINHO OCULTO NA MULTIDÃO.
É UM TEMPLO, UMA CATEDRAL, UMA VASTIDÃO
UM LUGAR VAZIO UMA MÚSICA EXPERIMENTAL.
DESNUDA-SE NUMA CENA MUDA.
NÃO SE ACHA A PRIMEIRA MUITO MENOS A ÚLTIMA.
QUER IR POR ONDE LHE MOSTRAR A RAZÃO.
TEM UM JEITO TRIGUEIRO CERTEIRO
COM ÁGUA NOS OLHOS E LÁBIOS VERMELHOS,
COME SEMENTE GERMINADA PARA REJUVENESCER.
É DESPACHADA, VEEMENTE, CONTUNDENTE,
TEM FORÇA NA ALMA COMO NOS DENTES
SOBRE OS SALTOS SEMPRE INDEPENDENTE,
TRAÇA MOTIVOS , ADOTA ESTILOS, CRIA MODISMOS.
IMPERIOSA, CONVICTA E CAPRICHOSA.
MULHER GUERREIRA VOLUNTARIOSA
MULHER VITORIOSA, PODEROSA
COMO UM PERFUME QUE INSTIGA
RASTRO DE TEMPESTADE E BRISA
QUE NÃO SE CONSEGUE ESQUECER
Razanil Shamir

MÁSCARAS DO DESUSO

AS MÁSCARAS QUE DEIXAMOS
PELO CHÃO,
NÃO GUARDAMOS NUMA CAIXA.
AS  MÁSCARAS QUE SE PERDEM
COM O TEMPO,
NÃO TRANCAMOS NO SOTÃO.
AS MÁSCARAS QUE ADQUIRIMOS
POR SUGESTÃO,
NÃO ESCONDEMOS EM UM BANCO.
SÃO OBJETOS DOS NOSSOS MEDOS,
TRAUMAS E PRECONCEITOS.
NOSSAS MÁSCARAS NOS ROTULAM,
MAS NÃO QUALIFICAM.
ESCONDEM,
MAS NÃO PROTEGEM.
DISSIMULAM,
MAS NÃO ASSEGURAM.
COM O TEMPO
ELAS TAMBÉM VÃO PRECISAR
DE UMA FACE QUE AS LIBERTEM
QUE AS COLOQUEM NO ROSTO
SEM RETOQUE
SEM DISFARCES.
Razanil Shamir

MÃO BOCA CORAÇÃO E PÉ NO CHÃO

Saio correndo paro cansada,
Grito bem alto ou  não digo nada,
Há em mim uma  mulher otimista,
Vencendo as fases negras e sombrias. 
Quando sou líder eu me basto,
Caio na subida e sem embaraços
De joelhos dobrados aproveito e rezo.
Peço pelo sol de cada dia,
Onde me fortaleço das sobrevidas.
Com fé e  crença     destemida,
Na razão  dos instintos libertários.
Se me apavoro eu não disfarço
Bato no peito  arrependida
Por minutos choro encolhida
Para em  seguida me levantar
Num salto bem alto
Recomeço  de cabeça erguida.
Subo,  desço, e jogo pro alto,
Consciente que é essa a minha vida.
De uma boa briga, não corro não,
Se entrar arrasada, vou sair descabelada,
Sangrando mas  nunca vencida,
Essa é minha  luta e nela eu esbarro
Com a   porção generosa de coragem,
Do meu sol de cada dia.
Razanil Shamir


MÁGICA EM MIM





(A Trilha Sonora de minha vida e de meus momentos)

A CANÇÃO “AMANHÃ, DE GUILHERME ARANTES, COMPOSTA EM 1979, VEIO COMO UM HINO DE REDENÇÃO. SEUS VERSOS FALAM DE UM MOMENTO DIFÍCIL, MAS TAMBÉM MOSTRA A RECOMPENSA, O ÊXITO E O PERDÃO PARA QUEM NÃO TEME SEGUIR EM FRENTE. ESTA CANÇÃO, DESTE LEONINO DE ALMA POÉTICA, COM UMA LETRA PREMONITÓRIA ME DEUS FORÇAS PARA ACREDITAR.
O FUTURO DAQUELE  AMANHÃ FINALMENTE CHEGOU PARA MIM. E  HOJE EU ME EMOCIONO QUANDO LEMBRO O EXATO MOMENTO ONDE ME DEI CONTA QUE EU VENCI O CAMINHO E OS DIAS DIFÍCEIS. VOCÊ ESTAVA COMIGO AMOR!
VAIDOSAMENTE, EU GOSTO DE AFIRMAR QUE GUILHERME ARANTES COMPÔS A TRILHA SONORA DE MINHA VIDA.
CONHECI A MUSICA E O ALENTO DE SUAS LETRAS EM 1976.
FIM DE UM CASAMENTO, UMA MADRUGADA TRISTE E INSONE, EU SÓ QUERIA  MEU MUNDO E NADA MAIS  QUERIA O COLO E O ABRAÇO,  PARA ME SENTIR  PROTEGIDA.
EM 1982 ENQUANTO ACREDITAVA EM UM  OUTRO AMOR,  PENSEI : “O MELHOR VAI COMEÇAR,”, MAS ESTE AMOR TAMBÉM NÃO VINGOU E,  JUNTEI MEUS  PEDACINHOS”  E  CHOREI OUTRA VEZ  NA DOR DO AMOR PARTIDO, NAQUELE  DIAS DE ...  UM DIA UM ADEUS.”
MAS ERA PRECISO CONTINUAR, E  ENTÃO, NUMA TARDE DE JANEIRO, UM OLHAR CHEIO DE PAIXÃO E EMOÇÃO ME CHAMOU PARA A VIDA, PARA “CAMINHAR AO SEU LADO.
E LÁ FUI EU. UM NOVO COMEÇO. O GRANDE AMOR QUE CHEGOU COMO UM  PRELUDIO  DE FELICIDADE, EU VI, NAQUELE OLHAR, “O AMOR NASCER.”
FORAM “LOUCAS HORAS DE MUITA PAIXÃO, COM VOCÊ ME DIZENDO: “DEIXA CHOVER AMADA.!
SOB O EFEITO DE UM OLHAR,” EU PUDE CADA VEZ MAIS, “CHEIA DE CHARME, ME ENTREGAR A VOCÊ COMO UMA “ESTRELA SENSUAL,SABENDO QUE ALI ESTAVA O MEU“FÃ Nº1
ATÉ HOJE A “GENTE SE SABE DE COR” E, O  BEM QUERER” EM SUAS MÃOSA CADA DIA SE RENOVA.
DESDE AQUELE PRIMEIRO MOMENTO, DAQUELE PRIMEIRO OLHAR, VIVEMOS SEMPRE “PRONTOS PARA AMAR. “
Razanil Shamir
080811

MÃE ME EXPLICA ?


MÃE ME EXPLICA!
SINTONIA,
GARRA,
AMOR,
RECOMPENSA
DINAMISMO,
COMPANHEIRA,
DIFERENÇA,
FEMININO
PLURAL,
FORÇA NA PERUCA,
FÉ NO SALTO,
BATOM NA BOLSA
BOM HUMOR
GLAMOUR
NADA DE SOBRAS,
PESO CERTO
CONTROLE
SOLTA
FIRME
SEGURA
INTUIÇÃO
FREIO DE MÃO
COMPENSAÇÃO
É COISA NOSSA
MULHER SEMPRE
TEIMOSA
PODEROSA
VITORIOSA!
Razanil Shamir
160211

LUMIAR

AS BOAS COISAS DA NOSSA VIDA, NÃO PODEM NUNCA SE PERDER NAS VISITAS PASSAGEIRAS DO DESAMOR.
O QUE SE ETERNIZA DESSA SUPERAÇÃO É UMA LUZ TÃO PODEROSA QUE CEGA TODA MALDADE OPORTUNISTA.
Razanil Shamir

 

LEMBRETE PARA SAUDADE QUE DEIXEI NA BOCA DA NOITE



Olá saudade, estive aqui!
Na calada da noite, mas não te vi.
Vestida de negro cabelo de lua
Andei sozinha a espera tua.
Parece loucura dizer assim,
Que  estive aqui procurando por ti.
Mas foste suave quando me visitaste
E quis igualmente te  retribuir
Esperei muito por ti
Até que o  sol chegou
Vestindo de luz o horizonte
Desfazendo teu cenário solitário
Com um céu  de encontros.
Razanil Shamir
201210